MP de Rondônia recomenda ao Estado melhor proteção à mulher vítima de violência

Basic CMYKO Ministério  Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Ariquemes, quer que os trabalhos da Polícia, da Justiça e do próprio MP sejam aperfeiçoados, no que se refere ao combate à violência contra a mulher.

Continuar lendo

Anúncios

PM de Rondônia divulga dicas de segurança para o Carnaval

carnaval-2013-carnaval 2013Para que nada atrapalhe a diversão dos Rondonienses e turistas nos dias de carnaval, a Polícia Militar do Estado de Rondônia preparou um esquema especial de policiamento. Para prevenir maiores transtornos, a Corporação também dá algumas dicas de segurança para a população, que serve para foliões de qualquer parte do país.

Continuar lendo

Rondônia tem mais de 100 mil mulheres motociclistas

sandra_silva_mototaxista_1Preço baixo, economia e agilidade são os atrativos das motocicletas.
‘Não troco moto por carro’, diz Sandra Silva, mototaxista em Porto Velho.

Mototaxista há três anos em Porto Velho, Sandra Silva, de 32 anos, fez da paixão por motocicletas sua profissão e garante que não troca moto por carro. “Um dia estava procurando trabalho no restaurante, vi o ponto de mototáxi e me informei o que precisava. Arrumei tudo e comecei a trabalhar. Me apaixonei”. Sandra faz parte do grupo de mais de 100 mil mulheres habilitadas em Rondônia para pilotar motocicletas, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Continuar lendo

Rondônia registra crescimento recorde no número de piscicultores

tambaquiabreTambaqui é o peixe mais cultivado seguido do pirarucu. Expectativa de produção para 2013 é de 79 mil toneladas.

Rondônia registra um salto na produção de peixe em cativeiro no últimos dois anos. De acordo com dados da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), o estado possui cerca de 2.5 mil piscicultores. Somente em 2012 foram cadastrados cerca de mil, em 2011 foram 706.  “A cultura começou em 2010 com algumas dezenas de piscicultores, ao longo de dois anos o número saltou de forma expressiva”, afirma Marli Lustosa Nogueira, bióloga, diretora da Divisão de Recursos Pesqueiros de Rondônia.

Continuar lendo